Colaborador certo no lugar certo

Análise de perfil busca conhecer as características comportamentais dos colaboradores

 

Foto

 

Quando um time de futebol é escalado para um jogo, o técnico avalia uma série de características dos jogadores de seu elenco para determinar quais são os atletas mais apropriados para exercerem as funções táticas que ele planejou para a equipe. Cada um possui uma função específica e escolher o jogador certo para a posição certa pode ser decisivo para a vitória.

Para isso, o “professor” precisa conhecer bem o seu time para que não corra o risco de cometer equívocos durante a preleção. Imagine escalar um zagueiro no ataque, ou, um lateral no meio campo? Além de atrapalhar suas funções de ofício, escalações equivocadas poderiam diminuir a satisfação dos atletas por não estarem em sua função original, comprometendo seu desempenho. E é por isso que é importante conhecer tão bem o seu time.

Nas empresas isto não é diferente. Conhecer a equipe é essencial. Com este exemplo fácil e prático podemos ter uma noção simples de como pode ser negativo ter profissionais realizando funções que não condizem com suas aptidões e desejos. É por isso que desde o início do ano o setor de Recursos Humanos começou o desenvolvimento de um trabalho de análise de perfil comportamental com todos os colaboradores da Adel Veículos.

O objetivo da análise comportamental é de entender e identificar as forças e fraquezas de todos. E somente conhecendo a personalidade de cada um será possível explorar melhor as suas potencialidades.

Dependendo do perfil comportamental de determinada pessoa pode ser que ela tenha mais facilidade para fazer seu trabalho de forma mais criativa. Outros podem prezar mais para a organização. Este levantamento é essencial para se escalar o time e não colocar a pessoa certa no lugar errado. Mas seja lá qual forem estas características o primeiro passo é conhecê-las. É um dado importante também para no futuro aprimorar habilidades.

Além do setor de Recursos Humanos, o supervisor administrativo, Joel Furtado, também participou do trabalho de mapeamento com todos os colaboradores. Parte deste trabalho já foi concluído e o próximo passo será analisar com cada colaborador o seu perfil e juntamente com ele fazer um planejamento para desenvolver o seu trabalho.

A Analista de Recursos Humanos, Kíssela Zaniboni, comentou que o estudo faz parte do planejamento do setor para este ano e que trará benefícios para todos. “Todos ganham. Poderemos aumentar a produtividade e a satisfação dos colaboradores e ainda descobrir novos talentos ainda não descobertos ou pouco explorados”.

0